The Cross of the Moment: em busca de uma ética climática

Combinação perfeita: Sexta-Feira Santa e o documentário The Cross of the Moment. Uma hora, 24 minutos e 11 segundos de uma narrativa construída a partir de entrevistas com 13 intelectuais e acadêmicos norte-americanos sobre climate change e os desafios para a humanidade.

Devo dizer que me surpreendi com a escolha do diretor para o encerramento do documentário. Ele encerra com a poesia For The Children lida pelo autor Gary Snyder, ganhador, em 1974, do Prêmio Pulizter, pela obra Turtle Island. As últimas duas estrofes são um recado ético. Se prefere ouvir, quando clicar no vídeo logo abaixo, deslize até o tempo de 1:19:14.

To climb these coming crests
one word to you, to
you and your children:

stay together
learn the flowers
go light

Quando terminei de ver o documentário não pude deixar de sentir admiração pelo trabalho de edição realizado pelo cineasta independente Jacob Freydont-Attie, com copyright pela Neon Buddha Multimedia, empresa do próprio cineasta. As falas dos entrevistados foram costuradas de modo a compor um sentido, um novo discurso, para além do que eles estavam falando ou explicando.

Para mim, o novo sentido está focado no chamamento ético necessário para preservar a vida. Uma mensagem mista de esperança e de trabalho a ser realizado durante a janela de oportunidade pelos próximos 20/30 anos para a transformação efetiva de uma sociedade movida a combustível fóssil para uma movida a energia solar-vento.

De baixo custo, gravado no ambiente de trabalho ou doméstico de cada um dos entrevistados, o documentário está previsto para ser lançado oficialmente no dia 1º de maio no Film Festival North Hollywood – CA. O trailer, a lista dos entrevistados e outras informações estão em The Cross of the Moment.

Anúncios